" Ninguém é tão grande que não possa aprender e nem tão pequeno que não possa ensinar." Píndaro



sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Semana da Solidariedade





Esta semana trabalhamos o tema: A Solidariedade, nós não percebiamos muito bem o significado da palavra, por isso a Ir. Teresa contou-nos uma história que nos ajudou a perceber.
A história chamava-se "A papoila Samantha", era uma papoila que vivia sozinha numa pradaria e ouviu o coelhinho Freddy a chorar porque estava apaixonado e a coelha Katty não gostava dele porque era todo cinzento. Então a papoila ofereceu-lhe uma das suas pétalas e ele colocou-a ao pescoço a fazer de laço e a coelhinha gostou muito. Depois encontrou a borboleta Louise a voar de lado, voava assim porque tinha uma asa rasgada e novamente a bondosa da papoila ofereceu mais uma das suas suas pétalas para arranjar a asa rasgada e a borboleta já pôde voar feliz. Agora a papoila tinha apenas três pétalas, mas não se importava porque estava contente de poder ajudar os amigos. Um pouco mais tarde encontrou o seu amigo vento que também anadava um pouco triste, não tinha nada para fazer voar. Mais uma vez a papoila Samantha soltou uma das suas pétalas para o vento poder brincar e fazê-la voar e rodopiar. Ficando agora com apenas duas pétalas. O vento lá se foi embora todo contente a fazer piruetas, saltos e reviravoltas com a pétala que a papoila lhe ofereceu.
Não demorou dois minutos que a papoila Samantha não recebesse a visita do seu amigo falcão Tom, este veio dizer-lhe que ela o confundia, lá no céu quando ele olhava para o solo à procura de presas as duas pétalas dela pareciam umas asas e distraem-no. A papoila que sempre gostou de ajudar os outros disse-lhe para lhe arrancar uma pétala e assim já não o iria confundir. A papoila continuava tranquila e feliz com a sua ultima pétala. Um velho feiticeiro chamado Atanka que vivia na montanha dos sábios ouviu tudo lá de longe, ele disse umas palavras em voz baixa que voou até junto da papoila. Lentamente quatro belissimas pétalas novas, vermelhas, suaves e brilhante apareceram e uniram-se à ultima pétala que restava.
Adoramos a história e percebemos bastante bem o que é ser solidário. Nós tentamos ser solidários no nosso próprio ambiente, partilhamos as peças da Lego (coisa que raramente acontece), dizendo: Eu vou ser solidário contigo e empresto-te esta peça. Fizemos ainda o nosso próprio pirilâmpo mágico, e decorámos o nosso quadro com desenhos sobre o mesmo tema e fizemos um Power Point.
Esta semana aprendemos um valor muito importante e passamos a dar-lhe mais importância.




1 comentário:

Arte & disse...

Olá!

Chamo-me Daniela e gostava de apresentar o meu blog com peças feitas por mim.

www.art-and-creation.blogspot.com

Muito obrigada! =)