" Ninguém é tão grande que não possa aprender e nem tão pequeno que não possa ensinar." Píndaro



sexta-feira, 26 de março de 2010

Trabalho da Páscoa


Aproveitamos as caixinhas dos ovos e com elas fizemos a nossa cestinha da Páscoa. Pintámo-la, fizemos uma pega e pintámos uma flor para a decorar. Para terminar colocámos um pintainho que as Irmãs compraram, ficou um encanto.
Fizemos também um cartão em forma de ovo, a desejar Boa Páscoa a todos os nossos familiares e amigos.

quarta-feira, 24 de março de 2010

Trabalho de Inglês - A Primavera




Hoje demos inicio a um tema novo: a Primavera.
Aprendemos a dizer algumas palavras que fazem parte desta estação do ano tão colorida e decorámos o nosso quadro com o tema.
Aproveitámos também para recordar as cores e os números.
A nossa Prof. de Inglês perguntava-nos por ex: What color is the bird? How many flowers?
Desta forma íamos recordando o que tinhamos aprendido anteriormente.

segunda-feira, 22 de março de 2010

Inicio dos Trabalhos de Primavera




Hoje demos ínicio aos trabalhos de Primavera. Estamos a fazer flores usando caixas de ovos, copos de plástico, papel crepe e papel de seda. Também estamos a fazer ninhos, ovos e passarinhos com plasticina. Com uma caixa grande estamos a fazer uma janela e com restos de tecido, plasticina e rolos de papel higiénico vamos construir um menino e uma menina.
Com cartolina eva e frascos de iogurte fazemos as borboletas e os gansos são feitos utilizando a técnica de origami.

sábado, 20 de março de 2010

Feira dos Enchidos






Hoje realizou-se a XVI Feira dos Enchidos em Alpalhão. Nós também participamos com um stand, onde expusemos alguns trabalhos que temos vindo a realizar ao longo do ano.
Tínhamos alguns desenhos para irem pintando e também podiam rever os albuns de fotos das actividades dos anos anteriores.
Como já é habitual, tivemos o nosso stand sempre repleto de sorrisos.

terça-feira, 16 de março de 2010

Jardinagem



As Irmãs compraram uns vasos novos para o nosso jardim. As flores estavam a precisar de mais espaço e claro, que nós oferecemo-nos logo para dar uma mãozinha. Com um sachinho tiramos as raízes em excesso e depois colocámos as flores nos vasos novos. Ainda tivemos tempo e fomos arrancar algumas ervinhas do nosso jardim!

quinta-feira, 11 de março de 2010

Lenda - Os Tripeiros


Conta a lenda que há muito, muito tempo junto ao rio Douro, os homens do mestre Vaz ocupavam-se a construir naus e barcos. Ninguém sabia muito bem por que razão eram necessárias tantas embarcações, mas nem esta incerteza fazia com que estes homens trabalhassem com menos entusiasmo. Nada era deixado ao acaso...
O povo, este, cada um dizia uma coisa diferente, até que certo dia, chegou aquele local o Infante D. henrique. Queria saber como estavam a correr os trabalhos e se era preciso alguma coisa.
Mestre Vaz, sentiu-se orgulhoso e queria que o Infante saisse dali com a certeza que ele e os seus homens iriam empenhar-se ao máximo.
Então disse ao Infante, que as gentes do Porto, eram pessoas capazes de qualquer sacrificio. Disse ainda, que quando o Infante partisse naqueles barcos, levaria consigo toda a carne da cidade. Assim, teriam alimento para muito tempo, e para aquela gente do Porto, chegariam apenas as tripas.
O Infante percebeu, que tinha à sua frente um grande homem e que, acima de tudo, amava a sua pátria.
A promessa de mestre Vaz não foi esquecida e, na viagem para Ceuta, seguiu toda a carne que existia na cidade do Porto. O povo ficou apenas com as tripas e depressa começaram a fazer pratos deliciosos de tripas e receitas inesquecíveis. Desde então, com muita honra, passou a dar-se o nome de "tripeiros" às gentes daquela cidade.
Na verdade, o povo do Porto dedicou-se, empenhou-se e sacrificou-se. Quis e foi capaz de mostar o seu grande valor e, assim, tudo mudou.

Depois de ouvir-mos a lenda e conversarmos um pouco sobre ela, fizemos nós mesmos um barco (de papel) e colocámo-lo dentro de uma garrafa.

terça-feira, 9 de março de 2010

Hora do conto - O tigre preguiçoso



Hoje lemos mais uma história, esta fala-nos de um tigre pequenino que ao andar a correr atrás dos passaros, se perdeu. Encontrou um burro e passaram a andar sempre juntos, ficaram os dois muito amigos. Certo dia, o tigre; um pouco malandreco, disse ao burro se o podia lever às cavalitas, pois ele era mais pequeno...
O burro inocente, aceitou. A partir desse dia o tigre só descia das costas do burro para procurar comida, até que um dia voltou a dizer ao burro que podia apanhar a comida por ele, assim não precisavam de procurar os dois.
O burro voltou a concordar, mas passado algum tempo começou a ficar cansado, pois o tigre também já tinha crescido e tornara-se mais pesado. Um dia, pediu para o tigre descer das suas costas, pois ele já estava cansado de andar sempre a carregar com ele. Claro que o tigre não quis descer, assim o burro deu alguns coices a ver se o tigre caia, mas este espetou as unhas nas costas do burro para não cair. O burro já com dores, acabou por parar e assim continuarem.
Um dia, enquanto o tigre dormia uma bela sesta nas costas do burro, este encontrou uma girafa e ela vendo o burro muito triste perguntou-lhe o que tinha.
O burro contou-lhe toda a história e a girafa teve uma ideia para ajudá-lo a livrar-se de uma vez do malandro do tigre. Assim, seguindo o plano da girafa, naquela noite foi dormir para dentro de uma gruta escura e disse para o tigre, se ele não sai-se de cima dele naquela noite, ele ia transformar-se num burro gigante e ia comê-lo. O tigre achou muito engraçado e desatou a rir. Quando este adormeceu, o burro e a girafa trocaram de lugar. No meio da noite, o burro falou ao tigre, que como ele não tinha saido de cima das costas dele, ele tinha-se transformado num burro gigante. O tigre voltou a rir e esticou o braço para dar um valente puxão de orelhas ao burro, mas não encontrou as orelhas.... apenas um pescoço muito comprido e bem lá no alto apalpou então as orelhas. O tigre a pensar que o burro era gigante desatou a correr e nunca mais se ouviu falar dele por aquelas bandas.
O burro já muito aliviado das suas costas, ria muito contente e agradeceu à girafa por o ter ajudado.

Para recordarmos esta história fizemos uma caixinha para colocar os lápis e canetas, com a imagem do burro, do tigre e da girafa.

quarta-feira, 3 de março de 2010

Iniciação à dança de Sevilhanas

video

Hoje estivemos a aprender alguns passos de Iniciação à dança de Sevilhanas. As meninas tinham uma flor no cabelo e os meninos uma cinta. Gostamos muito deste dia.

segunda-feira, 1 de março de 2010

Apresentação dos trabalhos de Inglês

Trabalho elaborado por: Carolina, João Rafael, João Miguel, Bárbara, Victor e Gonçalo

Trabalho elaborado por: Alexandre e João Miguel

Trabalho elaborado por: Beatriz, Catarina Matos, João Pedro, Marco e Vanessa

Trabalho elaborado por:Catarina Ribeiro, Pedro e Margarida

Trabalho elaborado por: Marco e Rogério
Trabalho elaborado por: Ema, Bianca, Mariana e João Rafael

Trabalho elaborado por: Bruna, Rafael e Sofia






Ao longo de duas aulas realizamos trabalhos de grupo alusivos aos temas já dados.
Hoje cada grupo apresentou o trabalho perante os colegas.
Os temas que recordámos ao fazer este trabalho foram: as saudações (Hello! How are you?I´m fine thank you), a família (My Family: Grandfather, Grandmother,Father, Mother,Son, Baby, Sister, Brother), os números(The Numbers: one... one-hundred), as cores( Colors: Green, Blue, Pink, Purple, Red, Yellow, Orange, Brown, White,Black) o Inverno(Winter: Umbrella, Snow, Snowman, Present, Scarf, Coat, Cloves, Boots), as diferentes partes do dia (Different parts of the day, Good Morning, Good Afternoon, Good Evening, Good Night).